Dois homens que transitaram na contramão, atropelaram e mataram idoso em Ipatinga serão julgados pelo Tribunal do Júri

Após analisar recurso proposto pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (MPMG) decidiu que os dois homens que atropelaram e mataram um idoso numa via movimentada de Ipatinga, município do Vale do Aço, em 2014, devem ser julgados pelo Tribunal Júri, uma vez que eles teriam agido com dolo eventual, que é quando o agente assume o risco de matar. O recurso foi interposto pelo MPMG após decisão da Justiça de 1ª instância não entender dessa forma.