Carnaval de BH: Forças de segurança definem estratégias para fiscalizar pessoas monitoradas por tornozeleiras eletrônicas

Foram definidas na manhã desta segunda-feira, 5, durante uma reunião na Unidade de Combate ao Crime e à Corrupção (UCC), do MPMG, estratégias que serão utilizadas durante o período carnavalesco, na Região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), para a fiscalização das 2.214 pessoas que usam tornozeleiras eletrônicas, em razão do cometimento de crimes.

> Repórter: Clara Caetano | Tempo de áudio: 5″10′ | Entrevistado: Marcos Paulo de Souza – coordenador do Caocrim (Centro de Apoio Operacional das Promotorias Criminais, de Execução Penal, do Tribunal do Júri e da Auditoria Militar)